Arquivos para posts com tag: Calçados Azaleia

Conforme prometido, assista ao vídeo com a reportagem sobre os acidentes de trabalho na fábrica dos Calçados Azaleia na íntegra, exibido pelo programa Domingo Espetacular no dia 14/03/2010.

Obrigado ao “funcionariodomes” que me enviou o link através de um comentário aqui no blog.

Até logo!

Hoje, 14 de março de 2010, foi veiculada uma reportagem sobre acidentes de trabalho nas fábricas dos calçados Azaleia localizadas na Bahia, no programa Domingo Espetacular, da Rede Record.

A chamada da matéria me surpreendeu, afinal me recordo da participação dessa empresa em ações sociais como o Criança Esperança. Mas como pode uma empresa defender causas sociais e ignorar os seus próprios funcionários? E foi justamente o descaso e desrespeito com seus funcionários o mote desta reportagem.

A empresa, que é originária da região sul do país, abriu fábricas no Nordeste, atraída pelos incentivos fiscais oferecidos pelos Estados para melhorar a oferta de empregos na região, o que aumenta seus lucros, obviamente.

Entretanto, os funcionários contratados não receberam o treinamento suficiente para lidar com segurança com as máquinas utilizadas na fabricação de calçados. E qual o resultado? Acidentes de trabalho que mutilaram diversos empregados.

Muitos deles deram depoimentos aos repórteres afirmando que não foram treinados corretamente para suas funções. Dois funcionários  até afirmaram que seus acidentes ocorreram quando foram obrigados a executar a função de outros funcionários que tinham faltado ao trabalho, ou seja, em atividades e máquinas que lhes eram desconhecidas.

A empresa se defende dizendo que “os funcionários fizeram isso de propósito, a fim de ganharem indenizações e aposentadoria”. Agora eu pergunto: que pessoa em idade economicamente ativa, com sonhos de crescer profissionalmente, colocaria seu braço para ser arrancado em uma máquina e viver com um salário mínimo pago mensalmente pelo INSS? Podem me chamar de ingênua, mas não acredito nisso. Claro que podem existir pessoas que tentem se aproveitar de alguma situação e forjar um acidente, mas acho que isso seja mais comum acontecer em alguma novela da Glória Peres (em “Caminho das Índias”, o advogado corrupto interpretado por Antônio Calloni procurava trabalhadores em obras e incentivava a quebrar o pé para pedir indenização, lembram?).

Além de culpar os funcionários, a empresa não indenizou ninguém nem ofereceu auxílio. Para embasar sua defesa, ainda divulgou números para comprovar que os índices de acidentes de trabalho diminuiram bastante.

Nenhuma empresa está livre de acidentes de trabalho. O que nós devemos questionar é como elas preparam seus funcionários para o exercício de atividades com alto grau de periculosidade, se ela oferece equipamentos de segurança, se a enfermaria está apta a atender algum caso de acidente com rapidez e eficiência. Um empregado que sofreu acidente na Azaleia afirmou que o socorro demorou 1 hora e meia para chegar. Isto é um absurdo!

Procurei na Internet a reportagem na íntegra, mas o vídeo ainda não foi postado pela Rede Record. No Google também fiz uma busca, mas não encontrei nada sobre o tema. Mas vou continuar de olho, quero ver como a empresa vai se posicionar sobre o assunto, ou se ele, simplesmente, será esquecido.

Enquanto isso, calçados Azaleia não compro mais! Cabe aos consumidores demonstrarem sua indignação com a empresa e não comprarem seus produtos. Só assim, quando elas sentirem o resultado de suas ações em cifras, elas mudarão sua postura. Uma empresa deve ser idônea e transparente, e isso deve começar na maneira como lidam com seus funcionários.

Pensem nisso!