Há um ano, a editora Lua de Papel lançou “Jane Austen: A Vampira”, de Michael Thomas Ford, cujo enredo coloca a clássica autora como protagonista de uma história fantástica: a autora do século XVIII não morreu, é uma vampira e dona de uma livraria em uma pequena cidade nos EUA.

A princípio, o livro não me despertou interesse, nem os outros títulos da coleção, apesar de ter lido ótimas resenhas sobre eles em blogs literários. Mas na semana passada, ao visitar uma feira de livros e encontrá-los em promoção, não resisti e adquiri este exemplar. Foi uma decisão feliz: devorei as 303 páginas do livro em poucas horas. E gostei!

Esta é a história: Jane Austen – ou melhor, Jane Fairfax – é proprietária de uma livraria em Brakeston, nos EUA. Ela se surpreende com o sucesso que seus livros ainda fazem, e fica decepcionada por não poder receber seus direitos autorais, enquanto muita gente pega carona em sua fama ao escrever diversos livros de autoajuda baseados em sua obra. Apesar disso, ela ainda tem um livro inédito, mas ele tem sido sistematicamente rejeitado pelas editoras.

Sua vida pacata e solitária sofre uma reviravolta quando três coisas acontecem simultaneamente: ela se descobre apaixonada por Walter, um simpático empreiteiro que restaura casas antigas; Lorde Byron, seu antigo amor e algoz reaparece em sua vida; seu livro finalmente é publicado.

A partir daí, sua vida não será mais a mesma, e seu grande segredo não está mais a salvo.

Divertido, leve e original, o livro termina e deixa um gostinho de quero mais. Quero, agora, ler a obra de Jane Austen e conhecer outros títulos desta coleção.

Recomendo!

 

 

Anúncios