Em dezembro, senti um perfume muito bom em minha mãe, quando estávamos nos arrumando para ir a um casamento, e perguntei: “Que perfume novo é esse? É importado?”. Ela riu e me mostrou o frasco: era o mais novo perfume da Avon, o Hervé Léger Femme Eau de Parfum.

Adoro perfumes da Avon, já escrevi sobre vários aqui no blog, e reafirmo que a marca vem me surpreendendo cada vez mais. Mas este lançamento, na minha opinião, desbancou todos os outros e assumiu a posição de favorito.

A Avon descreve a fragrância como “envolvente e sedutora”, com uma “cativante combinação de frescor, florais exóticos e inebriantes madeiras”. É um floral amadeirado muito feminino e marcante, sem ser doce nem enjoativo. É chique e exuberante. Vou resumir usando as palavras que meu marido proferiu ao senti-lo em mim: “Não sei explicar, ele tem cheiro de coisa boa!”.

Sua pirâmide olfativa é a seguinte:

  • Saída: Flor de Magnólia Chinesa Orpur
  • Corpo: Cedro da Virgínia Orpur
  • Fundo: Lágrimas de Benjoim do Laos

Tenho lido vários posts sobre este perfume em blogs que o receberam da Avon para teste e vou discordar de algumas opiniões: teve quem criticasse a simplicidade do frasco, que traz as formas de um vestido bandagem, ou seja, justamente a peça que é marca registrada do estilista responsável pela coleção, Max Azria; também teve quem questionasse a fixação do perfume, mas em mim ele durou pouco mais de 6 horas (e isso varia em cada pessoa, claro).

O preço não é muito amigável para o meu bolso pouco desprovido e acostumado a perfumes mais baratos: R$ 85,00. Este foi presente de minha mãe, mas vou ter que comprar o próximo, porque já está quase na metade, hehehe!

Super recomendo!

P.S.: o cheiro me recorda algum perfume importado clássico, embora minha memória olfativa tenha me deixado na mão e eu não consigo lembrar qual é. Alguém sabe?

About these ads